Otimização para motores de busca

Otimização para motores de busca

O que é Otimização para motores de busca

A Otimização para motores de busca (SEO) é a arte e a ciência de fazer com que as páginas tenham uma classificação mais alta em motores de busca como o Google. Como a pesquisa é uma das principais maneiras pelas quais as pessoas descobrem conteúdo on-line, uma classificação mais alta nos motores de busca pode levar a um aumento no tráfego de um site.

No Google e em outros motores de busca, a página de resultados geralmente apresenta anúncios pagos na parte superior da página, seguidos pelos resultados regulares ou o que os profissionais de marketing de pesquisa chamam de “resultados de pesquisa orgânica”. O tráfego que vem via SEO é frequentemente chamado de “tráfego de pesquisa orgânica” para diferenciá-lo do tráfego que vem por meio de pesquisa paga. A pesquisa paga é muitas vezes referida como marketing de mecanismo de pesquisa (SEM) ou pagamento por clique (PPC).

Os benefícios da Otimização para motores de busca

A otimização do mecanismo de pesquisa é uma parte fundamental do marketing on -line porque a pesquisa é uma das principais maneiras pelas quais os usuários navegam na web.

Os resultados da pesquisa são apresentados em uma lista ordenada e, quanto mais alto nessa lista um site puder obter, mais tráfego o site tenderá a receber. Por exemplo, para uma consulta de pesquisa típica, o resultado número um receberá de 40 a 60% do tráfego total dessa consulta, com os resultados número dois e três recebendo significativamente menos tráfego. Apenas 2-3% dos pesquisadores clicam além da primeira página de resultados de pesquisa. Assim, mesmo uma pequena melhoria nas classificações dos motores de busca pode resultar em um site recebendo mais tráfego e potencialmente negócios.

Por causa disso, muitas empresas e proprietários de sites tentarão manipular os resultados da pesquisa para que seu site apareça mais alto na página de resultados de pesquisa (SERP) do que seus concorrentes. É aí que entra o SEO.

Como funciona a Otimização para motores de busca

Os motores de busca, como o Google, usam um algoritmo ou um conjunto de regras para determinar quais páginas exibir para uma determinada consulta. Esses algoritmos evoluíram para serem extremamente complexos e levam em consideração centenas ou até milhares de diferentes fatores de classificação para determinar as classificações de seus SERPs. No entanto, existem três métricas principais que os motores de busca avaliam para determinar a qualidade de um site e como ele deve ser classificado:

Links – Links de outros sites desempenham um papel fundamental na determinação da classificação de um site no Google e em outros motores de busca. A razão é que um link pode ser visto como um voto de qualidade de outros sites, já que é improvável que os proprietários de sites criem links para outros sites de baixa qualidade. Sites que adquirem links de muitos outros sites ganham autoridade (chamado de “PageRank” no Google) aos olhos dos mecanismos de busca, especialmente se os sites que estão vinculados a eles forem autoritários.

Conteúdo – Além de analisar os links, os motores de busca também analisam o conteúdo de uma página da Web para determinar se ela seria relevante para qualquer consulta de pesquisa. Uma grande parte do SEO está na criação de conteúdo direcionado às palavras-chave que os usuários dos motores de busca estão procurando.

Estrutura da página – O terceiro componente principal do SEO é a estrutura da página. Como as páginas da Web são escritas em HTML, a forma como o código HTML é estruturado pode afetar a capacidade de um mecanismo de pesquisa de avaliar uma página. Incluir palavras-chave relevantes no título, URL e cabeçalhos da página e garantir que um site seja rastreável são ações que os proprietários de sites podem realizar para melhorar o SEO do site.

O processo de Otimização para motores de busca envolve a otimização de cada um desses componentes principais dos algoritmos do mecanismo de pesquisa para obter uma classificação mais alta nos resultados da pesquisa.

Técnicas de Otimização para motores de busca

Entender como os motores de busca funcionam é apenas a primeira etapa do processo para melhorar as classificações de pesquisa de um site. Na verdade, melhorar a classificação de um site envolve alavancar várias técnicas de SEO para otimizar o site para pesquisa:

  • Pesquisa de palavras-chave – A pesquisa de palavras-chave geralmente é o ponto de partida para SEO e envolve a análise de quais palavras-chave um site já está classificando, quais palavras-chave os concorrentes classificam e quais outras palavras-chave os clientes em potencial estão pesquisando. Identificar os termos que os pesquisadores usam na pesquisa do Google e em outros motores de busca fornecem orientação sobre qual conteúdo existente pode ser otimizado e qual novo conteúdo pode ser criado.
  • Marketing de conteúdo – Uma vez que as palavras-chave em potencial são identificadas, o marketing de conteúdo entra em ação. Isso pode ser atualizar o conteúdo existente ou criar novos conteúdos. Como o Google e outros motores de busca valorizam o conteúdo de alta qualidade, é importante pesquisar qual conteúdo já existe e criar um conteúdo atraente que forneça uma experiência positiva ao usuário e tenha uma chance de classificação mais alta nos resultados do mecanismo de pesquisa . Um bom conteúdo também tem mais chances de ser compartilhado nas redes sociais e atrair links.
  • Link building – Como os links de sites externos (chamados de “backlinks” no jargão de SEO) são um dos principais fatores de classificação no Google e em outros principais motores de busca, obter backlinks de alta qualidade é uma das principais alavancas que o SEO possui. Isso pode envolver a promoção de um bom conteúdo, alcançar outros sites e construir relacionamentos com webmasters, enviar sites para diretórios relevantes da web e obter imprensa para atrair links de outros sites.
  • Otimização on-page – Além de fatores off-page, como links, melhorar a estrutura real da página pode trazer enormes benefícios para o SEO, e é um fator que está inteiramente no controle do webmaster. As técnicas comuns de otimização na página incluem otimizar o URL da página para incorporar palavras-chave, atualizar a tag de título da página para usar termos de pesquisa relevantes e usar o atributo alt para descrever imagens. Atualizar as metatags de uma página (como a meta tag de descrição) também pode ser benéfica – essas tags não têm um impacto direto nas classificações de pesquisa, mas podem aumentar a taxa de cliques das SERPs.
  • Otimização da arquitetura do site – Os links externos não são a única coisa que importa para o SEO, os links internos (os links dentro do próprio site) também desempenham um grande papel no SEO. Assim, um otimizador de mecanismo de pesquisa pode melhorar o SEO de um site, certificando-se de que as páginas-chave estão sendo vinculadas e que o texto âncora relevante está sendo usado nesses links para ajudar a melhorar a relevância de uma página para termos específicos. Criar um sitemap XML também pode ser uma boa maneira de páginas maiores ajudarem os motores de busca a descobrir e rastrear todas as páginas do site.
  • Marcação semântica – Outra estratégia de SEO que os especialistas em SEO utilizam é ​​otimizar a marcação semântica de um site. A marcação semântica (como Schema.org) é usada para descrever o significado por trás do conteúdo em uma página, como ajudar a identificar quem é o autor de um conteúdo ou o tópico e o tipo de conteúdo em uma página. O uso de marcação semântica pode ajudar a obter rich snippets exibidos na página de resultados de pesquisa, como texto extra, estrelas de comentários e até imagens. Rich snippets nos SERPs não têm impacto nas classificações de pesquisa, mas podem melhorar a CTR da pesquisa, resultando em um aumento no tráfego orgânico.

Principais ferramentas de Otimização para motores de busca

Como uma disciplina bastante técnica, existem muitas ferramentas e softwares nos quais o SEO depende para ajudar na otimização de sites. Abaixo estão algumas ferramentas gratuitas e pagas comumente usadas:

Google Search Console – O Google Search Console (anteriormente conhecido como “Google Webmaster Tools”) é uma ferramenta gratuita fornecida pelo Google e é uma ferramenta padrão no kit de ferramentas de SEO. O GSC fornece classificações e relatórios de tráfego para as principais palavras-chave e páginas e pode ajudar a identificar e corrigir problemas técnicos no site.

Planejador de palavras-chave do Google Ads – O Planejador de palavras-chave é outra ferramenta gratuita fornecida pelo Google, como parte de seu produto Google Ads. Mesmo sendo projetado para pesquisa paga, pode ser uma ótima ferramenta para SEO, pois fornece sugestões de palavras-chave e volume de pesquisa de palavras-chave, o que pode ser útil ao fazer pesquisas de palavras-chave.

Ferramentas de análise de backlinks – Existem várias ferramentas de análise de links por aí, sendo as duas principais AHREFs e Majestic. As ferramentas de análise de backlink permitem que os usuários analisem quais sites estão vinculando ao seu próprio site ou aos sites de concorrentes e podem ser usadas para encontrar novos links durante a criação de links.

Plataformas de SEO – Existem diversas plataformas de SEO que reúnem muitas das ferramentas que o SEO precisa para otimizar sites. Alguns dos mais populares incluem Moz, BrightEdge, Searchmetrics e Linkdex. Essas plataformas rastreiam classificações de palavras-chave, ajudam na pesquisa de palavras-chave, identificam oportunidades de SEO na página e fora da página e muitas outras tarefas relacionadas a SEO.

Mídia social – A maioria dos sites de mídia social não tem um impacto direto no SEO, mas pode ser uma boa ferramenta para fazer networking com outros webmasters e construir relacionamentos que podem levar à criação de links e oportunidades de guest posts.

Otimizando o tráfego de pesquisa: de cliques a conversões

A otimização de mecanismos de pesquisa feita corretamente pode ter o potencial de aumentar drasticamente a quantidade de tráfego que um site recebe, mas todo esse tráfego de pesquisa não ajudará a expandir um negócio, a menos que se converta em clientes pagantes. É aí que entra a otimização da taxa de conversão (CRO) .

A otimização da taxa de conversão envolve o uso de métodos como teste A/B para fazer alterações em websites e medir o impacto que eles têm na taxa de conversão de um site . Os profissionais de marketing de busca bem-sucedidos sabem que apenas obter tráfego para um site não é suficiente, o que o tráfego faz quando chega ao site é igualmente importante

Otimização para motores de busca

Start typing and press Enter to search